sexta-feira, 11 de setembro de 2009

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

NOTA BIOGRÁFICA de ISABEL DE SÁ

Nasceu a 8 de Setembro de 1951 em Esmoriz.É licenciada em Artes Plásticas(curso de Pintura), pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto.
Isabel de Sá distinguiu-se ao longo da sua carreira, não só na pintura - marcada por 18 exposições individuais, pela participação em 30 exposições colectivas, e por alguns Prémios de que se destaca o Prémio Nadir Afonso, na Bienal de Chaves de 1983, mas também na Poesia, tendo já uma vasta obra publicada, a última da qual “Repetir o Poema ”, editado em 2005 pela Quasi Edições e que reune toda a sua obra poética. Foi co-fundadora das revistas de poesia e colagem em 1980, Serpente em 1983, assim como das Edições Mirto em 1984. Entre 1983 e 1988 foi colaboradora do JN, na página Cultura, escrevendo sobre poetas da sua geração. Colaborou com desenhos e poemas em suplementos literários de jornais, volumes colectivos, revistas e antologias – Diário de Lisboa, Diário Popular, JN, Poetas do Café, Raiz & Utopia, Sema, Hífen, Colóquio-Letras, Espaço/Espacio Escrito, Logos, Cadernos de Serrúbia, Via Latina, O Mono da Tinta, Relâmpago, Hora de Poesía, II Cobold, Micromegas, Sião, Poetas Escolhem Poetas, Quadrant, Europe, Literatur und Kritik, Poesia Contemporânea (México), A Ideia, Poemas de Amor, Vozes e Olhares no Feminino (Porto 2001), Europe Plurilingue – Vozes do fim de século XX. Está representada na 16ª edição da História da Literatura Portuguesa de António José Saraiva e Óscar Lopes e no Dicionário de Literatura Portuguesa, 1ª edição, de Álvaro Manuel Machado.
EXPOSIÇÕES COLECTIVAS
O Erotismo na Arte Moderna Portuguesa, Museu Nacional de Soares dos Reis, Porto;Algumas Bienais de Vila Nova de Cerveira; Arte Moderna Hoje, Sociedade Nacional de Belas Artes, Lisboa; Panorama das Galerias, Belém, Lisboa; I Exposição Nacional de Desenho, Palácio de Cristal, Porto; Exposição de Arte Moderna do Banco de Fomento, Lisboa; I Bienal de Chaves; Lagos 84; O Porto, Árvore, Porto; Um Rosto para Fernando Pessoa, Centro de Arte Moderna, Lisboa; Kunstlergruppe, Galeria T3, Mannheim, Alemanha; Exposição Operação Ensino Árvore, Bordéus; III Bienal de Desenho, Mercado Ferreira Borges, Porto;III Bienal de Chaves; II Bienal de Arte dos Açores e Atlântico; 25 Anos / 44 Artistas, Árvore, Porto; Mail Art, Pontevedra; Beuys & Girls, 3 D’ Evadauns 3 / Galeria Monumental, Lisboa; Exposição de Apoio à Liga Portuguesa Contra o Cancro, Árvore, Porto; A Última Ceia, Galeria E G, Porto; ± 50 Artistas Plásticos, Por Amor à Arte, Porto;1ªExposição de Artes Plásticas do Norte, AMI, Cadeia da Relação, Porto; Art Against Poverty, alfândega, Porto; Cerveira 2000 Arte Contemporânea; Presépio 2000, Ateneu Comercial do Porto; Euro- World, Frankfurt, Alemanha; A Árvore das Virtudes - 38 Anos com a Cidade, Árvore, Porto; VII Bienal de Artes Plásticas, Cidade de Montijo -PrémioVespeira,Montijo;
EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS
1977/ Galeria Dois, Porto ; Galeria Alvarez, Porto; 1978/ Galeria Opinião, Lisboa; 1979/ Galeria Opinião, Lisboa; Galeria Árvore, Porto; 1980/ Galeria Árvore, Porto; Galeria Opinião, Lisboa; 1983/ Galeria Espaço A – Clube 50, Lisboa; Galeria Árvore, Porto;1986/ Galeria Espaço A – Clube 50, Lisboa;1987/ Galeria Árvore, Porto; Galeria Barca d’Artes, Viana do Castelo; Galeria Templo do Gato, Lisboa; 1988/ Galeria Augusto Gomes, Matosinhos; 1990/ Galeria Árvore, Porto; 1992/ Galeria Labirintho, Porto;1993/ Galeria Árvore, Porto; 2002/ 25 Anos de Pintura, Galeria Alvarez, Porto; 2003 / Galeria São Mamede, Lisboa, 2006 / Galeria Símbolo, Porto; 2008/Galeria Solar de St.António, Porto.
OBRAS DA AUTORA
Esquizo / Frenia, & etc, Lisboa, 1979. O Festim das Serpentes Novas, Brasilia Editora, Porto, 1982.Bonecas'Irapos Suspensos, Frenesi, Lisboa, 1983. Autismo, & etc, Lisboa, 1984. Restos de Infantas, Ulmeiro, Lisboa, 1984. Nervura, Mirto, Porto, 1984. Em Nome do Corpo, Edições Rolim, Lisboa, 1986. Escrevo para Desistir, & etc, Lisboa, 1988. O Avesso do Rosto, Editorial Caminho, Lisboa, 1991. O Duplo Dividido (seguido de Palavras Amantes e Poetas Suicidas), & etc, Lisboa, 1993. Erosão de Sentimentos, Editorial Caminho, Lisboa, 1997. O Brilho da Lama, & etc, Lisboa, 1999. Repetir o Poema, Quasi Edições, 2005
PRÉMIOS:
1983 Prémio Nadir Afonso, Bienal de Chaves e Prémio do BAnco Fomento, "Exposição de Arte Moderna".